Cuiabá, 15 de Agosto de 2018

CinemaNews

Música clássica e fotografia marcam abertura do Festival de Cinema de Brasília

Por: EBC
Fonte: EBC

Marcelo Brandão - Agência Brasil

Brasília - O 46º Festival de Brasília do Cinema Brasileiro começa hoje (17), às 20h30, com o documentário Revelando Sebastião Salgado. O filme, de Betse de Paula, promete mergulhar o espectador no universo de um dos fotógrafos brasileiros mais respeitados no mundo. A exibição acontece na sala Villa-Lobos do Teatro Nacional. Antes do filme, no entanto, a Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional fará uma apresentação especial, que contará com a participação do premiado violinista austríaco Benjamin Schmid.

Empresa Brasil de Comunicação (EBC) participará ativamente do festival, com o Prêmio TV Brasil de Exibição. O filme vencedor ganhará R$ 50 mil, além da inclusão na grade de programação da emissora. A EBC também fará ampla cobertura pelas rádios e pelo Portal EBC. As rádios Nacional AM e FM vão transmitir, em rede, programas especiais sobre o festival, em um estúdio montado no Kubitschek Plaza, o hotel oficial do evento.

Confira a programação completa do Festival


Leia mais:

Funarte abre Ciclo de Leituras Dramáticas de peças premiadas

Instituições de ensino particulares fazem atividades gratuitas voltadas para a população

Visitantes passeiam pelas memórias das Olimpíadas no Museu Histórico Nacional
 

Outro destaque é a volta ao Cine Brasília, tradicional palco do festival e que estava em obras desde o fim da edição de 2011. Para o coordenador do festival, Sérgio Fidalgo, o sentimento é de volta para casa. “Um dos destaques é o retorno ao Cine Brasília, que é a nossa casa. Está muito bonito, totalmente reformado”. Serão 30 filmes, entre longas-metragens, curtas-metragens e animações, de dez estados e do Distrito Federal, disputando prêmios no valor total de R$ 700 mil.

Fidalgo ressalta o perfil dos filmes selecionados. Para ele, são obras que não deixarão o público indiferente. “A programação está dentro do seu perfil tradicional. São filmes nacionais inéditos, entre documentários e ficção, e com personalidade muito forte, ou você ama ou você odeia”.

A mostra competitiva vai movimentar os quatro cantos da cidade. Além de exibições no Cine Brasília, os filmes concorrentes serão exibidos no Teatro Sesc Newton Rossi, na Ceilândia; no Teatro de Sobradinho; no Teatro Sesc Paulo Autran, em Taguatinga; no Teatro Sesc Gama; e no Teatro do Guará.

Um dos festivais mais completos do país, o de Brasília contará ainda com cinco seminários e várias oficinas para o público da cidade. Os seminários ocorrerão de 18 a 23 de setembro e abordarão temas diversos do universo cinematográfico, como as perspectivas do cinema brasileiro em outros países e as possibilidades de humor na telona, além da relação entre a música brasileira e o cinema.

Os seminários são coordenados pela professora Tânia Montoro, pelo produtor Marcus Ligocki Jr, além do cineasta André Leão, e contarão com especialistas em cada área. Todos têm entrada gratuita e serão realizados nos salões do Kubitschek Plaza Hotel. Para aqueles que querem conhecer o processo de criação de um filme, a Oficina Integrada de Cinema vai oferecer cursos de roteiro, direção, trilha sonora para cinema e finalização digital.

A abertura do festival será na Sala Villa-Lobos do Teatro Nacional, apenas para convidados. As exibições da mostra competitiva começam nesta quarta-feira (18) e os ingressos para o Cine Brasília custarão R$ 6 e R$ 12. Nos demais teatros que vão projetar os filmes simultaneamente, a entrada é gratuita.

Edição: Graça Adjuto

 

Conteúdo relacionado